Skip to navigation – Site map

Full text

1A Revista Ponto.Urbe chega à sua décima nona edição trazendo contribuições de pesquisadores e pesquisadoras de antropologia e áreas afins, com um escopo variado de temas abordados e um foco especial em temas se tornaram de especial relevância para as pesquisas urbanas em tempos perturbadores. Assim, como na décima oitava edição, apresentamos um Dossiê de Etnográficas voltados para os usos da rua e do espaço público, dessa vez tendo como recorte as apropriações religiosas desses espaços e manifestações culturais. Buscamos assim complexificar as análises sobre o entrelaçamento entre religiosidade e política, oferecendo descrições produzidas a partir de observações de perto e de dentro, realizadas por pesquisadores que já tem familiaridade com os campos ali manifestos.

2Em nossa seção de Ensaio Fotográfico, trazemos o trabalho de César Castilho, um olhar em preto e branco sobre as manifestações de 2013 na cidade de Belo Horizonte, produzidas também no ensejo de refletir sobre o impacto social da Copa do Mundo em diferentes cidades brasileiras.

3A Ponto.Urbe 19 recupera ainda uma seção que esteve presente em edições anteriores: a Etnotícia, trazendo o relato da repercussão da tragédia ocorrida com o avião que levava a equipe de futebol da Chapecoense. Trata-se de uma maneira da Comissão Editorial e do Laboratório do Núcleo de Antropologia Urbana da USP prestar seu respeito e sua homenagem aos atingidos pela tragédia, salientando a relevância do futebol como tema de interesse e pesquisa da antropologia urbana.

4A seção de Artigos temos investigações antropológicas do norte ao sul do Brasil. A seção traz a discussão de Camila de Paula sobre os usos e combinações de roupas entre os Waiapi do Amapá. Dois artigos têm como lócus de pesquisa o estado do Pará – Hermes Veras desenvolve uma crítica ao par indivíduo/sociedade a partir do relato biográfico de um sacerdote de terreiro de Mina Nagô Andrey Faro de Lima apresenta suas investigações sobre a moda das aparelhagens em Belém. De Cuiabá, Juliana Abonizio e Eveline Baptistella discutem o papel do consumo na construção do relacionamento entre humanos e pets, em uma pesquisa baseada em etnografia dos espaços de circulação e entrevistas com donos de pets. Marcos Repa e Carolina Costa apresentam sua pesquisa realizada na disciplina de Pesquisa de Campo em Antropologia, oferecida pelo coordenador do NAU José Guilherme Magnani, sobre a Mostra Internacional de Cinema em São Paulo. A professora e pesquisadora do LabNAU Silvana Nascimento apresenta um diálogo entre corpografia e etnografia, como estratégias metodológicas para a investigação da relação entre corpo e cidade. Tatiane Barros, Larisse Gomes e Marcelo Camargo investigam a sociabilidade e a mobilidade através da prática de carona em Florianópolis.

5Na seção Cirkula, destinada a artigos de outras áreas em diálogo com a antropologia urbana, temos o artigo de Andréia Costa, do Instituto de Arquitetura e Urbanismo e Núcleo de Estudo das Espacialidades Contemporâneas da USP de São Carlos discutindo corpo e cidade na arte subversiva em Nova Iorque nos anos 1970 a partir do trabalho de três artistas em suas práticas de performatividade e ocupação da cidade.

6A revista traz ainda a Resenha do livro Parentesco, tecnologia e lei na era do DNA, de Cláudia Fonseca, por Aline Lopes Murillo e a Tradução Como os cães sonham: naturezas amazônicas e as políticas do engajamento transespécies, de Eduardo Kohn, originalmente publicada na revista American Ethnologist e traduzida por Pedro Crepaldi Carlessi, Lucas Lima dos Santos e Felipe Policisse.

Top of page

List of illustrations

URL http://pontourbe.revues.org/docannexe/image/3325/img-1.jpg
File image/jpeg, 5.6k
Top of page

References

Electronic reference

« Editorial », Ponto Urbe [Online], 19 | 2016, Online since 31 December 2016, connection on 26 June 2017. URL : http://pontourbe.revues.org/3325

Top of page

Copyright

© NAU

Top of page
  • Logo Núcleo de Antropologia Urbana da USP
  • Logo Universidade de São Paulo
  • Revues.org